11/09/18 | 16:40
Prefeitura busca parceria com ABRH-AM para melhorias em gestão de pessoas

Por Hariele Quara
Assessoria de Comunicação / Semad

A Prefeitura de Manaus estuda formalizar convênio com a Associação Brasileira de Recursos Humanos – Seccional Amazonas (ABRH-AM) para implementar melhorias na gestão de pessoas do município. A primeira reunião foi realizada nesta terça-feira, 11/9, na Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad).

Participaram da reunião o secretário da Semad, Lucas Bandiera, a diretora de Planejamento, Jamile Ballut, a diretora de Sistema de Gestão de Pessoas, Zulena Matos, além da presidente da ABRH-AM, Kátia Andrade, e da diretora de eventos da Associação, Josefa Tuma.

De acordo com o secretário da Semad, seguindo as orientações do Prefeito Arthur Virgílio Neto, o momento é de busca por parcerias para atingir as metas do Planejamento Estratégico Manaus 2030 na área de gestão de pessoas. “A reunião de hoje foi o primeiro passo para firmar convênios que venham contribuir para o aperfeiçoamento da gestão de recursos humanos de forma a promover valorização das pessoas”, frisa.

O projeto Manaus 2030 prevê ações no eixo estratégico de eficiência em gestão diretamente ligadas à política de recursos humanos do município, sob coordenação da Semad. “Para elevar o padrão da eficiência da gestão municipal, é fundamental investir nas pessoas que constroem o trabalho da Prefeitura de Manaus. Portanto estão entre as ações previstas para esse eixo o desenvolvimento de uma cultura institucional de alto desempenho e de melhoria contínua, passando pela capacitação e motivação dos servidores”, explica Bandiera.

Qualidade de Vida

Somente este ano, a Prefeitura de Manaus lançou uma série de ações visando ao aprimoramento da gestão de pessoas voltada ao quadro de mais de 32 mil servidores, somados aos mais de dois mil estagiários do Programa Municipal de Estágio Remunerado, entre as quais se destaca o Programa de Qualidade de Vida no Ambiente de Trabalho, em fase-piloto, com o objetivo de cuidar da saúde dos servidores municipais e estagiários em três eixos essenciais: físico, psíquico e emocional.

Para efetivar o projeto em toda a estrutura municipal, a Semad, envolvendo a Junta Médico-Pericial do Município (JMPM), a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi) e o Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (Manausmed), vem realizando estudos aprofundados junto às Secretarias Municipais de Saúde (Semsa), de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) e à Manaus Previdência.

Aperfeiçoamento

Outra ação de destaque visa ao desenvolvimento contínuo de recursos humanos, por meio da Espi, que realiza anualmente um levantamento para traçar as necessidades de capacitação entre as secretarias municipais e oferecer palestras, cursos, aperfeiçoamentos e pós-graduações nas áreas de demanda de servidores e estagiários, contribuindo para a excelência dos serviços prestados pela Prefeitura à comunidade.

Já na área de saúde, a Junta Médica do Município e o Manausmed vêm compilando dados acerca do adoecimento dos servidores, para promover ações preventivas, de qualidade de vida e de segurança do trabalho. Segundo Bandiera, os dados levantados deverão integrar um sistema, nos moldes do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (Siass), do governo federal, e são fundamentais para a implantação do eSocial na estrutura municipal, prevista para 2019.